Início Sem Categoria PLANO DE ENSINO 1º ANO – com varias Disciplinas

PLANO DE ENSINO 1º ANO – com varias Disciplinas

25
0
COMPARTILHAR
PLANO DE ENSINO 1º ANO – com varias Disciplinas
PLANO DE ENSINO 1º ANO – com varias Disciplinas 
PLANO DE ENSINO 1º ANO – 6 ANOS 
OBJETIVOS:

  • Promover oportunidade para que as crianças desenvolvam as competências em comunicação oral, em ler e escrever de acordo com suas hipóteses.
  • Utilizar os conhecimentos prévios das crianças relativos ao sistema de escrita ampliando e valorizando a linguagem oral e escrita.
  • Integrar a criança à nova turma, possibilitando que ela tenha alguma autonomia perante as atividades propostas e sinta capaz de ampliar sua capacidade de ler e escrever.
  • Perceber diferenças entre a língua oral e a língua escrita.
  • Ler, considerando as estratégias de leitura.
  • Aprender comportamentos leitores e ler com autonomia crescente.
  • Produzir textos buscando aproximação com as características discursivas do gênero.
CONTEÚDOS:

Expectativa de aprendizagem
Atividades
Leitura: desenvolver comportamentos
leitores
Ler narrativas
e contos para as crianças tornando observáveis as linguagens próprias a este
tipo de texto explicitando os comportamentos leitores.
Ler ainda que não convencionalmente
Criar oportunidades de leitura: de parlendas, quadrinhas cantigas,
receitas etc. Solicitando que a criança diga onde está escrita determinada
palavra.
Ajustar o falado ao escrito a partir dos textos já memorizados.
Ditar para o professor bilhetes,
cartas, textos instrucionais etc.
Diferenciar publicações tais como jornais, cartazes, folhetos, textos,
publicitários etc.
Antecipar significados de um texto escrito a partir das
imagens/ilustrações que o acompanham.
Apreciar e ler por prazer, oferecer momentos de leitura, manuseio de
livros de maneira livre.
Ler narrativas
e contos para as crianças tornando observáveis as linguagem próprias  a
este tipo de texto explicitando os comportamentos leitores.
Comunicação oral
 Criar situações em que a criança possa expressar oralmente: como relatos do
cotidiano, ouvindo com atenção, rodas de conversa atentando para os
comportamentos necessários à interlocução.
Comentar noticias veiculadas em diferentes mídias: rádio, TV, internet,
jornais, revistas etc.
Desenvolver projetos didáticos e ou sequência que envolvam observação
pesquisa, e informação em livros e na internet sobre conhecimentos da
natureza ou Sociais.
Recontar de histórias conhecidas, filmes etc.
Reconhecer nomes dos personagens dos quadrinhos e reconhecer suas características
principais.
Escrita
Conhecer as letras do alfabeto (letra bastão sem enfeites e desenhos) e
sua ordem seu nome, escrevendo listas diversas: títulos de livros,
brincadeiras preferidas, receitas etc, para escrever em situações de prática
social.
Criar atividade utilizando a ordem  alfabética como no uso de
agenda telefônica, dicionário, enciclopédia, etc.
Escrever observando a orientação e o alinhamento que caracterizam a escrita da
Língua Portuguesa
Escrever o nome de próprio punho e o de seus colegas onde isso se fizer
necessário, utilizando informações
como letra final inicial dos nomes.
Arriscar-se a escrever segundo suas hipóteses.
Escrever utilizando o alfabeto móvel, para que as crianças sejam levadas
a pensar sobre as especificidades do sistema e escrita alfabética.
Criar oportunidade de escritas coletivas de bilhetes cartas e textos
instrucionais tornando observáveis suas características gráficas, estruturais
e função social.
Envolver as crianças com escritas pré-silábicas na atividade produzindo
oralmente, ditando para o professor ou para colega.
Reescrever textos conhecidos, de forma coletiva em dupla, individual, a
professora sendo escriba ou não.
Revisar textos escritos coletivamente com apoio do professor.
Apresentar diferentes gêneros por meio da leitura, tornando-os familiares,
apontando diferentes funções e organizações discursivas.

__________________________________________________________________-
DISCIPLINA: MATEMÁTICA
OBJETIVOS:
  • Promover oportunidade para que as crianças tenham o direito de usar seus conhecimentos e habilidades para resolver, raciocinar, calcular, medir, contar, localizar-se, estabelecer relações entre formas e objetos.
  • Compreender que os conhecimentos matemáticos são meios para entender a realidade.
  • Utilizar os conhecimentos matemáticos para investigar e responder a questões elaboradas a partir de sua própria curiosidade.
  • Resolver situações problemas a partir da interpretação de enunciados orais escritos.
  • Observar aspectos quantitativos e qualitativos presentes em diferentes situações e estabelecer relações entre eles, utilizando conhecimentos relacionados aos números, às operações, as medidas, ao espaço e as informações.
Conteúdos:
  • Números
  • Operações
  • Espaço e forma
  • Grandezas e medidas
Expectativa de aprendizagem
Atividades
Utilizar números para expressar
quantidade de elementos de uma coleção e para expressar a ordem numa
sequência.
Organizar rodas de contagem formar coleções com diferentes objetos,
situações que envolvam números; para que as crianças identifiquem a função dos
mesmos; atividades de comparação de quantidade, (contagem de tampas de
garrafa palito etc).
Promover sequência didática e ou projetos didáticos nos quais as crianças
precisam escrever número (idade, telefone, numeração de calçado, peso,
altura, das casas na rua, placas de carro, etc) .
Preencher calendário, dando ênfase à sequência dos dias da semana e do
mês, escrita que identificar o ano fazendo previsões e destacar datas
importantes.
Organizar pequena exposição sobre pesquisas feitas pelas crianças em
jornais e revistas nos textos em que aparece número.
Bingo de números.
Usar números no cotidiano e efetuar
operações
Criar situações que as crianças ouçam soluções que os colegas acharam
para os problemas e reavaliem suas soluções caso seja apropriado.
Situações problemas: Indicar número que será obtido se forem tirados
objetos de uma coleção.
Indicar número de objeto que é preciso acrescentar a uma coleção para que elas
tenha tantos elementos quantos aos de outra coleção dada.
Jogos.
Estabelecer relações entre espaço,
objetos, pessoas e formas
Relatar trajetos conhecidos: indicar oralmente a posição onde se encontra no
espaço escolar e representar por desenhos.
Modelagem de objeto em massa reproduzindo em forma geométrica.
Jogos para adivinhar um determinado
objeto referindo apenas ao formato do mesmo.
Observar e reconhecer figuras geométricas tridimensionais presentes em objetos
criados pelo homem elementos da natureza.
Construção da sua linha  do tempo para contar sua própria história.
Trabalhar grandezas e Medidas
Atividades que as crianças tenham que medir e ou pesar usando instrumento
não convencionais (passos) e convencionais (fita métrica, régua, barbante,
balança, etc).
Identificar unidade de tempo,
semana, mês, ano e utilização de calendários.
Construção da sua linha  do tempo para contar sua própria história.
DISCIPLINA:
  • SOCIEDADE E NATUREZA
OBJETIVOS:
  • Espera-se que as crianças gradativamente possa questionar e interpretar sua realidade.
  • Identificar o próprio grupo de convívio e as relações que estabelecem com outros tempos e espaços.
  • Reconhecer mudanças e permanências nas vivências humanas presentes na sua realidade e em outras comunidades próximas ou distantes no tempo e no espaço.
  • Conhecer e respeitar o modo de vida de diferentes grupos sociais, em diversos tempos e espaços, em suas manifestações culturais.
  • Perceber a presença de diferentes grupos família, escola..
  • Reconhecer, na paisagem local e no lugar em que se encontram inseridos, as diferentes manifestações da natureza presentes em outras paisagens.
  • Comparar seres vivos, estabelecendo diferenças e semelhanças, quanto à alimentação, à respiração, ao crescimento e à reprodução.
  • Identificar o ser humano como parte integrante da natureza, adotando, atitudes responsáveis em relação ao meio ambiente.
Conteúdos:
  • Lugar onde vivemos: espaços de vivência da criança, locais, objetos, seres humanos e outros seres vivos.
  • Noções de espaço e de lugar (próximo e distantes) e transformações nas paisagens próximas.
  • Noções de sujeitos históricos: indivíduos, família, grupo, classe e outros.
  • A vida dos seres vivos e suas relações com o ambiente.
Expectativas de Aprendizagem
Atividades
Interessar-se e demonstrar
curiosidade pelo mundo social e natural
Apresentar diferentes fontes ( jornal,revista, enciclopédia,etc) para buscar
informações pelos quais passam.
Construir uma forma de marcar (linha do tempo) com os acontecimentos
vividos pela classe.
Proporcionar atividades que envolvam histórias, brincadeiras jogos canções que
digam respeito às tradições culturais de sua comunidade e de outras.
Estabelecer relações entre o ambiente e os seres vivos, seus modo de vida e
as transformações pelas quais passam.
Identificar paisagem e fenômenos da
natureza e sua relação com a vida dos animais e das pessoas.
Oferecer oportunidade para que as crianças, a partir de questões instigantes
sobre a relação entre, luz água e crescimento de vegetais, acompanhem e
cuidem de pequenos vasos na sala ou cultivo de hortaliças no espaço externo
da instituição.
Conhecer os cuidados básicos para o crescimento dos vegetais, por meio da sua
criação e cultivo.
Relacionar lugares e tempos vividos na vida cotidiana (na casa, escola,
ruas, parques) com rotinas, mediações e marcadores de tempo cronológico para
apreender noções de tempo vivido no presente.
Observar identificar e localizar pontos de referências (praça,
padaria,parque, escola, casa) para reconhecer as diferentes distâncias entre 
os lugares.
Identificar as diferenças e as semelhanças nas paisagens nos lugares de
vivência da criança (moradia, escola e rua).
Descrever elementos naturais e construídos, a partir da observação de
ilustração.
Identificar paisagem e fenômenos da
natureza e sua relação com a vida dos animais e das pessoas.
Oferecer oportunidade para que as crianças, a partir de questões instigantes
sobre a relação entre, luz água e crescimento de vegetais, acompanhem e
cuidem de pequenos vasos na sala ou cultivo de hortaliças no espaço externo
da instituição.
Conhecer os cuidados básicos para o crescimento dos vegetais, por meio da sua
criação e cultivo.
Relacionar lugares e tempos vividos na vida cotidiana (na casa, escola,
ruas, parques) com rotinas, mediações e marcadores de tempo cronológico para
apreender noções de tempo vivido no presente.
Observar identificar e localizar pontos de referências (praça,
padaria,parque, escola, casa) para reconhecer as diferentes distâncias entre 
os lugares.
Identificar as diferenças e as semelhanças nas paisagens nos lugares de
vivência da criança (moradia, escola e rua).
Descrever elementos naturais e construídos, a partir da observação de
ilustração.
Disciplinas:
  • ARTE E EDUCAÇÃO FÍSICA
OBJETIVOS:
  • Conhecer a produção artística.
  • Expressar sua criatividade compartilhando: pensamentos, idéias e sentimentos também por meio de atividades de exploração envolvendo artes visuais e música.
  • Conhecer e valorizar a produção artística própria dos colegas e da humanidade.
  • Utilizar as artes – visuais, teatro, música, dança visando ressignificá-las, com a ajuda do professor e ou dos colegas.
  • Valorizar a atividade física, utilizar o corpo para se expressar.
  • Adquirir autoconfiança, brincar criando enredos e papéis e a jogar cotidianamente na escola.
CONTEÚDOS:
  • Linguagem: Musical
  • Linguagem Corporal
  • Linguagem Visual
Expectativas de Aprendizagem
Atividade
Reconhecer elementos básicos da
linguagem musical
Oferecer diversidade de  produções musicais, para que a criança as
aprecie, por meio de CDs e ou DVDs de apresentações musicais.
Instigar, na observação das obras, a descobertas e o interesse das crianças
por detalhes sonoros, identificação de instrumento.
Pesquisar, junto com as crianças, e caso de artistas locais), informações
interessantes sobre o artista e sua produção.
Propor a construção de objetos sonoros.
Promover situações em que as crianças apresentem para públicos, diversas
canções que aprenderam e as produções sonoras.
Reconhecer elementos básicos da
Linguagem Visual
Oferecer diversidade de produções artísticas para que a criança aprecie.
Instigar, na observação das obras, a descoberta e o interesse das crianças.
Escolher  artistas cujas obras sejam significativas para as crianças, quer
pelo uso de temas, quer pelas técnicas e suportes.
Pesquisar, junto com as crianças, em livros, internet, museu e ao vivo, com
artistas locais, informações interessantes sobre o artista e as obras
analisadas.
Desenhar pintar, esculpir, produzir colagens,etc. transformando,
produzindo novas formas, pesquisando materiais, pensando sobre o que produz.
Promover situações em que as crianças possam produzir em argila, massa de
modelar e demais recursos que permitam a tridimensionalidade.
Expor, com estética e cuidado as produções das crianças, socializar em
roda de conversa, por exemplo, as soluções encontradas para produzir com
singularidade.
Movimento, Jogar e brincar
Propor atividades físicas que envolvam correr, pular e jogar nos
espaços externos e internos.
Oferecer diversidade de mídias, CDs, DVDs, filmes que envolvam a dança para que
a criança aprecie.
Usar estruturas rítmicas para expressar-se por meio da dança e outros
movimentos.
Valorizar as conquistas corporais, incentivar as habilidades motoras.
Brincar de faz- de conta, escolhendo temas enredo papéis.
AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS DAS  CRIANÇAS
Quanto a Avaliação das Aprendizagens a EMEI tem o cuidado de seguir as orientações das Leis e as Normativas da Educação Infantil brasileira, as Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil  e a Lei de Diretrizes e Bases  da Educação Nacional.
Esses documentos sugerem o acompanhamento e registro do desenvolvimento infantil, sem o objetivo de promoção.
Sendo assim a equipe pedagógica da EMEI tem realizado uma avaliação processual e formativa.
Processual: avalia o percurso das crianças, verificando como elas estão evoluindo, sem buscar classificá-la. Mas observa  como se relacionam com os adultos e com outras crianças, como passam o dia, do que gostam e não gostam de brincar, do que gostam de comer e como gostam de dormir, como desenvolvem as atividades na sala de aula.
O professor observa e faz o registro escrito no seu diário de classe, avalia também as produções das crianças através dos portfólios e  ficha individual de acompanhamento.
É formativa porque permite o professor rever todos os passos do planejamento do processo ensino e aprendizagem, pois a avaliação não se da somente no final do trabalho, é tarefa permanente do professor, instrumento indispensável à constituição de uma prática pedagógica e educacional comprometida com o desenvolvimento da criança.
image_pdfimage_print