Início Sem Categoria Modelo de Relatório Descritivo – 3 anos

Modelo de Relatório Descritivo – 3 anos

43
0
COMPARTILHAR
Modelo de Relatório Descritivo - 3 anos
Modelo de Relatório Descritivo – 3 anos
Olá amigos e amigas, navegando na internet encontrei o blog da Karine-Kira” – e estes modelos foram retirados do blog dela.

Ela relata ter trabalhado no presente ano (2016) com alunos de 3º anos da Educação Infantil. Confira:

* Lembrando que você deve usar esses relatórios apenas como MODELO. Cada professor deve observar individualmente cada aluno ou turma.

Confira também outros modelos de relatórios: MODELOS DE RELATÓRIOS

1ª CRIANÇA

No que se refere à formação da identidade e ao desenvolvimento da independência e autonomia, observei que é uma criança com comportamento muito ativo. Está sempre atenta a tudo a sua volta e observando o que eu e a apei Ana estamos fazendo.

Costuma não aceitar e compreender as solicitações dos adultos, tem dificuldade em cumprir regras. Mesmo depois da seleção de alguns combinados em grupo (falar em tom baixo, respeitar o colega, não empurrar na fila) ainda desrespeita essas normas. Sempre tenho conversado e fiz algumas fichas com figuras para ficar mais visível na sala, mas percebo que ainda tem dificuldade em respeitar esses combinados. Infelizmente algumas vezes em disputa por um brinquedo, um pertence, um objeto empurra ou bate em seus colegas, sendo assim, estamos sempre orientando a pedir desculpas e não agir desta forma.

Quanto à alimentação, aceita muito bem os alimentos oferecidos pelo CMEI, demonstra autonomia e firmeza para manusear talheres e copos. No jantar, costuma dizer que não quer algo quando lhe desagrada.

Nos momentos de leitura que acontecem em alguns espaços da escola, como na sala de aula e na biblioteca, preciso sempre lhe chamar atenção antes de iniciar a história, então escuta geralmente fazendo algum comentário e sorrindo, batendo palmas e dizendo para o colega ao lado que gostou. Tenho trabalhado a chamada oral através de fichas na roda de conversa, onde mostro seu nome no grupo, pergunto a inicial do nome e peço que prenda no armário com os ímãs; incentivamos a oralidade, a linguagem oral e escrita, a coordenação através de atividades com os cubos do alfabeto móvel. Percebi que reconhece seu nome quando mostro a ficha, porém algumas vezes mostra-se desatenta dispersando sua atenção. Quando começo falar algumas dicas, presta atenção e observa mais atentamente a ficha percebendo que é sua.

Através das experiências vivenciadas no CMEI envolvendo movimento e música, participa de ambientes que envolvem movimentos e situações de interações, aonde vem desenvolvendo uma motricidade saudável, deslocando-se no espaço com destreza. Participa com desenvoltura de brincadeiras, respondendo a estímulos e fazendo imitações. No momento social apresentado para as outras turmas, ficou um pouco tímida no início, mas logo se soltou dançando a coreografia com muita desenvoltura e alegria.

Vem ampliando suas capacidades de comunicação e de expressão: nas rodas de conversa, gosta de relatar fatos ocorridos em seu cotidiano, também ouve os relatos feitos por seus colegas perguntando se foi em algum passeio e se irá levá-la. Gosta de ouvir música, cantar e dançar. Costuma comandar as brincadeiras, delegando funções para os amigos. Quando algum não faz sua vontade, costuma deixá-lo de lado e dizer que não é sua amiga. Mesmo com minha intervenção dificilmente chama o colega para participar novamente da brincadeira, e fica num canto da sala e aos poucos vai chamando os outros colegas e deixando de lado aquele que não quis satisfazer sua vontade.

Nesse semestre realizamos algumas atividades referentes ao Projeto “Criança em um mundo verde é mais feliz”, com o intuito de introduzir a consciência ambiental e preservação da natureza, promovendo o desenvolvimento infantil, através de muitas brincadeiras e interações. Maria demonstra interesse pelas plantas encontradas no parquinho e nos jardins plantados nos pneus. Participou fazendo comentários quando mostrei slides e vídeos referentes à germinação e alguns tipos de plantas de jardim; auxiliou no plantio do jardim no pneu, além de ter apreciado nosso passeio pelo quarteirão da escola onde observamos o meio ambiente e coletamos alguns tipos de folhas e plantas. Aprecia brincar no parquinho com a areia e pedrinhas, além de gostar do balanço.

 

2ª CRIANÇA

No que se refere à formação da identidade e ao desenvolvimento da independência e autonomia, observei que é uma criança com comportamento observador e muito ativo. Está sempre em constante movimento pela sala e conversando com todos. Durante uma brincadeira quando deseja um objeto ou um carrinho que está com outro colega, tenta negociar pedindo pra trocar, então quando não consegue espera se distrair pra pegar o brinquedo e ir brincar escondido em outro canto da sala.

Quanto à alimentação, aceita muito bem os alimentos oferecidos pelo CMEI, demonstra autonomia e firmeza para manusear talheres e copos. No jantar, costuma dizer quando não quer algo. Às vezes preciso intervir pedindo para deixar a conversa pra outro momento, pois costuma dispersar seus colegas e ficar brincando.

Gosta de assistir filmes curtos com animais e DVD musical infantil; nesses momentos canta e imita gestos. A linguagem oral está sendo bem desenvolvida, sabe os nomes dos colegas, conversa naturalmente onde relata fatos de seu cotidiano, quando deseja algo pede e compreende nossos pedidos.

Nos momentos de leitura que acontecem em vários espaços da Escola, como na sala de aula e na biblioteca, consegue ouvir com atenção após eu relembrar alguns combinados e chamar sua atenção para concentrar-se mais na história, seja através de livros ou mesmo com fantoches. Tenho trabalhado a chamada oral através de fichas na roda de conversa, onde mostro seu nome no grupo, pergunto a inicial do nome e peço que prenda no armário com os ímãs; além de incentivar a oralidade, a linguagem oral e escrita, a coordenação através de atividades com os cubos do alfabeto móvel. João já reconhece a inicial de seu nome e, às vezes associa algumas letras com a inicial dos nomes dos colegas.

Através das experiências vivenciadas no CMEI envolvendo movimento e música, participa de ambientes que envolvem movimentos e situações de interações, participando ativamente e com muita desenvoltura das atividades e brincadeiras propostas. Quando o chamo pra participar de circuitos com obstáculos, sempre pede pra repetir os movimentos, porém preciso lembrá-lo quanto às normas para que respeite os colegas e não se envolva em brigas.

Nos momentos de leitura que acontecem em alguns espaços da escola, como na sala de aula e na biblioteca, costuma conversar com os colegas ao lado ou fazer comentários. No momento da chamada oral através de fichas na roda de conversa, onde mostro seu nome no grupo, pergunto a inicial do nome e peço que prenda no armário com os ímãs, costuma identificar seu nome pela letra inicial.

Nesse semestre realizamos algumas atividades referentes ao Projeto “Criança em um mundo verde é mais feliz”, com o intuito de introduzir a consciência ambiental e preservação da natureza, promovendo o desenvolvimento infantil, através de muitas brincadeiras e interações. Participou fazendo comentários quando mostrei slides e vídeos referentes à germinação e alguns tipos de plantas de jardim, auxiliou no plantio do jardim no pneu, além de ter apreciado nosso passeio pelo quarteirão da escola onde observamos o meio ambiente e coletamos alguns tipos de folhas e plantas.

Sua família acompanhou o seu desenvolvimento no CMEI durante este semestre, com interesse e participação.

3ª CRIANÇA

No que se refere à formação da identidade e ao desenvolvimento da independência e autonomia, observei que é uma criança com comportamento ativo e muito comunicativo. Quando alguma necessidade ou vontade sua não é atendida, vem relatar pra mim ou para a APEI Clemilda e tenta por algumas vezes fazer com que um colega a ajude.

Quanto à alimentação, aceita muito bem os alimentos oferecidos pelo CMEI, demonstra autonomia e firmeza para manusear talheres e copos. No jantar, costuma falar quando não quer algo, geralmente o feijão.

Gosta de assistir pequenas histórias e DVD musical infantil e imita os gestos realizados por mim. A linguagem oral está sendo bem desenvolvida, sabe os nomes dos colegas, conversa, e quando deseja algo pede, e compreende nossos pedidos. Tenho trabalhado a chamada oral através de fichas na roda de conversa, onde mostro seu nome no grupo, pergunto a inicial do nome e peço que prenda no armário com os ímãs; além de incentivar a oralidade, a linguagem oral e escrita, a coordenação através de atividades com os cubos do alfabeto móvel. Nos momentos de leitura que acontecem na sala de aula e na biblioteca, costuma prestar atenção e fazer comentários, às vezes preciso pedir que converse em tom baixo.

Através das experiências vivenciadas no CMEI envolvendo movimento e música, participa de ambientes que envolvem movimentos e situações de interações com destreza, como nas brincadeiras dirigidas (chicotinho queimado, morto e vivo, mar e terra), atividades de circuito e danças coreográficas. Participou com muita alegria e desenvoltura do momento social “Peixinho da Maré”.

Neste período, vem ampliando suas capacidades de comunicação e de expressão: nas rodas de conversa, gosta de relatar fatos ocorridos em seu cotidiano, passeios e comenta algo sobre o relato dos amigos. Quando escuta algo que ainda não conhece, questiona e fica com ar pensativo.

Nesse semestre realizamos várias atividades referentes ao Projeto “Criança em um mundo verde é mais feliz”, com o intuito de introduzir a consciência ambiental e preservação da natureza, promovendo o desenvolvimento infantil, através de muitas brincadeiras e interações. Luna vem demonstrando interesse pelas plantas e raízes encontradas no parquinho. Fica encantada quando passo slides e vídeos retirados da internet sobre germinação e o processo de desenvolvimento das plantas. Costuma ir observar o plantio de cenouras do grupo IV que está no espaço atrás de nossa sala, juntamente com alguns colegas e pergunta por que ainda não nasceu.

Sua família acompanhou o seu desenvolvimento no CMEI durante este semestre, com interesse e participação.

Fonte: karine-kira
image_pdfimage_print