Início Sem Categoria Fies: IDH passará a ser considerado a partir do próximo ano

Fies: IDH passará a ser considerado a partir do próximo ano

12
0
COMPARTILHAR

Microrregiões serão favorecidas para firmar novos contratos

Na tarde da última terça-feira (8), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante confirmou em entrevista à Agência Brasil algumas mudanças para o Fundo do Financiamento Estudantil (Fies) em 2016. Uma das novas medidas é a implementação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) como fator determinante para o financiamento. 

Algumas medidas serão mantidas, como as que priorizam os cursos com os melhores desempenhos nas avaliações do MEC, segundo Mercadante. “O IDH é um critério nacional, mas não é um critério prioritário. O prioritário é a qualidade do curso e a área do curso. Terão prioridade as engenharias, licenciaturas e a área de saúde, que são áreas estratégicas para o desenvolvimento do país”, disse o ministro.
Em vídeo publicado pelo Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp), há mais detalhes sobre as alterações para o Fies no próximo ano. Ao invés de dar prioridade às regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, excluindo-se o Distrito Federal, como aconteceu na última seleção, do segundo semestre de 2015, o MEC irá considerar o IDH de microrregiões. Ou seja: locais onde o índice é mais baixo receberão uma pontuação maior, sendo mais cotados para a oferta do financiamento. 

De acordo com a Semesp, as microrregiões que tiverem mais participantes no Enem e, assim sendo, mais candidatos potenciais, também terão vantagem. O Fies é um programa do governo que oferece financiamento em instituições privadas de ensino superior com juros mais baixos. Hoje, aproximadamente  2,1 milhões de contratos estão ativos.
image_pdfimage_print